Anedotas

 

 

Toda a gente gosta de anedotas. Nós também!!

Procuramos recolher aqui algumas das que consideramos mais engraçadas.

Gostaríamos de enfatizar que

Todas as referências a ETNIAS, CREDOS, NACIONALIDADES ou quaisquer outros grupos, minoritários ou não, têm por objectivo a reprodução da anedota, tal e qual o original, com o fim a que, em princípio, se destina - o puro divertimento - e não possui, neste espaço, qualquer carácter RACISTA, XENÓFOBO, ou de qualquer outra forma desrespeitoso para o grupo visado.
Assim, todas as anedotas estão reproduzidas como são contadas na sociedade em geral e não representam, em aspecto algum, a ideologia dos donos do site.

 

Dito isto, leiam e divirtam-se!!

 

Dois estudantes de engenharia iam caminhando pelo campus quando um deles disse:

- Onde é que conseguiste essa magnifica bicicleta?

O segundo respondeu:
- Bem, eu andava por aí ontem, a pensar nos meus trabalhos, quando apareceu uma formosa mulher com esta bicicleta. Ela atirou a bicicleta ao solo, tirou toda a roupa e disse: - "Pega no que quiseres".

O primeiro engenheiro acenou afirmativamente:

- Boa escolha! A roupa provavelmente não te teria servido!



Um arquitecto, um artista e um engenheiro discutiam se era melhor passar o tempo com a mulher ou com a amante. O arquitecto disse que gostava de passar o tempo com sua mulher, construindo uma base sólida para uma relação duradoura.
O artista disse que gostava de passar o tempo com sua amante, porque com ela encontrava paixão e mistério.
O engenheiro disse: - Eu gosto das duas - Das duas?! - Sim. Se tens uma mulher e uma amante, cada uma delas acha que tu estas a passar o tempo com a outra. Então, podes ir para o emprego terminar o trabalho!



Para o optimista, o copo está meio cheio.

Para o pessimista, o copo está meio vazio.

Para o engenheiro, o copo está sobredimensionado.



Um engenheiro ia por uma estrada, um dia, quando um sapo o chamou e lhe disse:

- Se me beijares, transformar-me-ei numa formosa princesa.

O engenheiro inclinou-se, pegou no sapo e pô-lo no bolso. O sapo voltou a falar, e disse:

- Se me beijares para que me transforme numa formosa princesa, ficarei contigo durante uma semana. O engenheiro tirou o sapo do bolso, sorriu para ele e voltou a pô-lo no bolso. Então o sapo gritou:

- Se me beijares eu transformar-me-ei numa formosa princesa, ficarei contigo e farei tudo o que quiseres.

Novamente o engenheiro pegou no sapo, sorriu para ele e voltou a colocá-lo no bolso. Finalmente o sapo perguntou:

- O que é que está a acontecer? Eu disse que sou uma formosa princesa, que ficarei contigo por uma semana e que farei tudo o que quiseres. Por que não me beijas?

O engenheiro disse:

- Vejamos, eu sou um engenheiro. Não tenho tempo para namoradas, mas um sapo que fala, isso sim é interessante!



 

Home