Anedotas

 

 

Toda a gente gosta de anedotas. Nós também!!

Procuramos recolher aqui algumas das que consideramos mais engraçadas.

Gostaríamos de enfatizar que

Todas as referências a ETNIAS, CREDOS, NACIONALIDADES ou quaisquer outros grupos, minoritários ou não, têm por objectivo a reprodução da anedota, tal e qual o original, com o fim a que, em princípio, se destina - o puro divertimento - e não possui, neste espaço, qualquer carácter RACISTA, XENÓFOBO, ou de qualquer outra forma desrespeitoso para o grupo visado.
Assim, todas as anedotas estão reproduzidas como são contadas na sociedade em geral e não representam, em aspecto algum, a ideologia dos donos do site.

 

Dito isto, leiam e divirtam-se!!

 

Um industrial de Paços de Ferreira foi à Noruega comprar madeira para a sua fábrica.
À noite, estava sozinho no bar do hotel, quando vê uma loira encostada ao bar. Como não falava norueguês pediu ao barman um bloco e uma caneta e desenhou um copo com dois cubos de gelo. Mostrou-o à loira, ela sorriu e assentiu e foram tomar um copo.
De seguida começou a tocar música. Ele pega de novo no bloco e desenha um casal a dançar. Mostra-lhe, ela acena que sim, e vão dançar.
Quando regressam ao bar, ela pega no bloco e desenha uma cama, uma cadeira e uma cómoda. Mostra-lhe e ele diz:

- Sim, sim, sou de Paços de Ferreira!



Num arquipélago maravilhoso e deserto, no meio do nada, naufragaram as seguintes pessoas:
- dois italianos e uma italiana;
- dois franceses e uma francesa;
- dois alemães e uma alemã;
- dois gregos e uma grega;
- dois ingleses e uma inglesa
- dois búlgaros e uma búlgara;
- dois japoneses e uma japonesa;
- dois chineses e uma chinesa;
- dois americanos e uma americana
- dois irlandeses e uma irlandesa;
- dois portugueses e uma portuguesa;

Passado um mês, nestas ilhas absolutamente maravilhosas, no meio do nada, passava-se o seguinte:

- Um italiano matou o outro italiano por causa da italiana;
- Os dois franceses e a francesa vivem felizes juntos num menage-a-trois;
- Os dois alemães marcaram um horário rigoroso de visitas alternadas à alemã;
- Os dois gregos dormem um com o outro e a grega limpa e cozinha para eles;
- Os dois ingleses aguardam que alguém os apresente a inglesa;
- Os dois búlgaros olharam longamente para o oceano, depois olharam longamente para a búlgara e começaram a nadar;
- Os dois japoneses enviaram um fax para Tóquio e aguardam instruções;
- Os dois chineses abriram uma farmácia/bar/restaurante/lavandaria, e engravidaram a chinesa para lhes fornecer empregados para a loja.
- Os dois americanos estão a equacionar as vantagens do suicídio porque a americana só se queixa do seu corpo, da verdadeira natureza do feminismo, de como ela é capaz de fazer tudo o que eles fazem, da necessidade de realização, da divisão de tarefas domésticas, das palmeiras e da areia que a fazem parecer gorda, de como o seu último namorado respeitava a opinião dela e a tratava melhor do que eles, como a sua relação com a mãe tinha melhorado e de que, pelo menos, os impostos baixaram e também não chove...
- Os dois irlandeses dividiram a ilha em Norte e Sul e abriram uma destilaria. Eles não se lembram se sexo está no programa por ficar tudo um bocado embaciado depois de alguns litros de whisky de coco. Mas estão satisfeitos porque, pelo menos, os ingleses não se estão a divertir...

- Quanto aos dois portugueses, mais a portuguesa que também se encontravam na ilha, até agora não se passou nada porque os dois portugueses resolveram constituir uma comissão encarregada de decidir qual dos dois homens seria autorizado a requerer por escrito o estabelecimento de contactos íntimos com a mulher.
Acontece que a comissão já vai na 17ª reunião e até agora ainda nada se decidiu, até porque falta ainda aprovar as actas das 5 últimas reuniões, sem o que o processo não poderá andar para a frente. Vale ainda a pena referir que, de todas as reuniões, 3 foram dedicadas a eleger o presidente da comissão e respectivo assessor, 4 ficaram sem efeito dado ter-se chegado a conclusão que tinham sido violados alguns princípios de procedimento administrativo, 8 foram dedicadas a discutir e elaborar o regulamento de funcionamento da comissão e 2 foram dedicadas a aprovar esse mesmo regulamento. É ainda notável que muitas das reuniões não puderam ser realizadas ou concluídas, já que 2 não continuaram por falta de quorum, uma ficou a meio em sinal de protesto por Timor e 5 coincidiram com feriados ou dias de ponte.



CAPITALISMO IDEAL

Você tem duas vacas. Vende uma e compra um boi. Eles multiplicam-se, e a economia cresce. Você vende a manada, aposenta-se e fica rico!

CAPITALISMO AMERICANO

Você tem duas vacas. Vende uma e força a outra a produzir o leite de quatro vacas. Fica surpreso quando ela morre.

CAPITALISMO JAPONÊS

Você tem duas vacas. Redesenha-as para que tenham um décimo do tamanho de uma vaca normal e produzam 20 vezes mais leite. Depois cria desenhinhos de vacas chamados Vaquimon e vende-os para o mundo inteiro.

CAPITALISMO BRITÂNICO

Você tem duas vacas. As duas são loucas.

CAPITALISMO HOLANDÊS

Você tem duas vacas. Elas vivem juntas, em união de facto, não gostam de bois... e tudo bem.

CAPITALISMO ALEMÃO

Você tem duas vacas. Elas produzem leite regularmente, segundo padrões de quantidade e horário previamente estabelecidos, de forma precisa e lucrativa. Mas o que você queria mesmo era criar porcos.

CAPITALISMO RUSSO

Você tem duas vacas. Conta-as e vê que tem cinco. Conta de novo e vê que tem 42. Conta de novo e vê que tem 12 vacas. Você pára de contar e abre outra garrafa de vodka.

CAPITALISMO SUÍÇO

Você tem 500 vacas, mas nenhuma é sua. Você cobra para guardar a vaca dos outros.

CAPITALISMO ESPANHOL

Você tem muito orgulho de ter duas vacas.

CAPITALISMO BRASILEIRO

Você tem duas vacas. E reclama porque o rebanho não cresce...

CAPITALISMO HINDU

Você tem duas vacas. Ai de quem tocar nelas.

CAPITALISMO PORTUGUÊS

Você tem duas vacas. Uma delas é roubada. O governo cria O IVVA- Imposto de Valor Vacuum Acrescentado. Um fiscal vem e multa-o, porque embora você tenha pago correctamente o IVVA, o valor era pelo número de vacas presumidas e não pelo de vacas reais. O Ministério das Finanças, por meio de dados também presumidos do seu consumo de leite, queijo, sapatos de couro, botões, presume que você tenha 200 vacas e para se livrar do sarilho, você dá a vaca que resta ao inspector das finanças para que ele feche os olhos e dê um jeitinho...



Um português, um francês e um americano conversam entre eles. Diz o americano:

- Na América temos um porta-aviões que alberga 10000 aviões.

Diz o francês:

- Na Franca temos um hotel que acomoda 20000 pessoas.

Diz o português:

- Lá na minha rua há um gajo com uma pila onde cabem 200 passarinhos empoleirados.

Passado um bocado diz o americano:

- Eu exagerei... O porta aviões só leva 500 aviões!

Diz o francês:

- Eu também exagerei: o hotel só dá para 300 pessoas!

Diz o português:

- Eu confesso que também exagerei... O último passarinho já fica com uma patinha de fora...



 

Home